ALIMENTAÇÃO

DIETA GRACIE

Hoje em dia saúde, esta ligado à qualidade de vida. O stress gerado pela falta de tempo em uma vida corrida, levam as pessoas a não se alimentarem direito, dormirem mal, enfim nossa saúde mental e física fica prejudicada.

A Dieta Gracie é recomendada para qualquer pessoa que esteja buscando uma forma de ter uma vida mais saudável. O professor Carlos Gracie, além de ter sido um atleta e introdutor do jiu-jitsu no Brasil, foi um nutricionista excepcional, conseguindo estabelecer uma tabela de alimentos quimicamente combinados, que simplesmente ajudam o atleta a ter uma digestão mais tranqüila, e desta forma, mais energia e disposição para o seu treinamento.

Todas essas informações que seguem abaixo irão ajudá-lo na composição de sua alimentação. Com o tempo o seu sono irá render mais, seu corpo (aliado a um esporte) ficara mais forte, enfim, você ficará em paz consigo próprio e com mais saúde, naturalmente.

Lembre-se antes de começar um processo de reeducação  alimentar, procure seu médico e um nutricionista.

Outras 3 dicas que irão ajudá-lo:
Não beba;
Não fume;
Tome um copo de água logo ao se levantar e outro antes de dormir.

Tabela de alimentos quimicamente combinados pelo Professor Carlos Gracie
                                                        

TABELA DE ALIMENTOS PARA FORMAR REFEIÇÕES QUIMICAMENTE COMBINADAS


Grupo A

Alimentos que combinam entre si e mais um dos alimentos do Grupo B

Abacate, abóbora, abobrinha, açaí, acelga, agrião, aipo, alcachofras, alface, alho, alho-porro, almeirão, amêndoas, amendoim, aspargos, avelãs, azedinha, azeite, azeitonas, bacaba, berinjela, bertalha, beterraba, brócolis, buriti, cacau, camarão, caranguejo, carnes, caruru, castanhas, cebola, cenoura, chuchu, côco, couve, ervilha, espinafre, lagosta, lula, manteiga, milho verde, nabo, nozes, palmito, peixes, pepino, polvo, tomate cru, vagem.

Grupo B

Esses alimentos não combinam entre si.

Aipim, arroz, aveia, batata-doce, cará, centeio, cevada, farinha, feijão seco, grão-de-bico, inhame, lentilhas, macarrão, milho seco, tremoço, trigo e derivados

Grupo C

Alimentos que combinam entre si e mais um dos alimentos do GRUPO B, desde que não sejam preparados em gordura ou similares.

Açúcar em geral, ameixas doces, banana assada, caqui, côco verde, figos frescos, goiaba, jaca, karo, laranja-lima, Lima, maçã, mel de abelhas, melão, melancia, mamão, peras queijo-de-minas, queijo prato, ricota, requeijão, catupiri, uva moscatel. Chás: Camomila, casca de limão, casca de maçã, erva cidreira, erva-doce, funcho, mate ou preto, café e café de cevada.

Grupo D

Estes alimentos não combinam entre si nem com os outros alimentos.

Abacaxi, ameixa, araçá, bacuri, cajas, caju, carambola, cereja, cidra, coalhada, cupuaçu, damasco, framboesa, graviola, jaboticaba, laranja ácida, limão, maçã ácida, manga, maracujá, marmelo, morango, pêra ácida, pêssego, pitanga, romã, tamarindo, tangerina, uva ácida.

Grupo E

Banana crua


É COMPATÍVEL COM: ameixas, caqui, creme de leite, leite, laranja-lima, lima, maçã, mamão, melão, melancia, peras, queijos, sapoti.

É INCOMPATÍVEL COM: abacate, açúcar, azeite, caldo de cana, frutas ressecadas, frutas oleaginosas, manteiga, mel de abelhas, melado, óleos e gorduras em geral e com todos os alimentos do Grupo B.

Grupo F

Leite
É COMPATÍVEL COM: Alimentos do grupo B, banana crua ou assada, sacarina, gema de ovo cozida.

DERIVADOS: Coalhada, Kefir, Iogurte.

É INCOMPÁTIVEL COM: Alimentos do Grupo A, Abacate, açúcares, alimentos doces, azeitonas, carnes em geral, clara de ovo, frutas secas, óleos e gorduras.

Grupo G

Creme de Leite

É COMPÁTIVEL COM: Alimentos do grupo B, abacate, abóbora, banana crua ou assada, gema de ovo, leite e derivados, maçã crua, pupunha.

É INCOMPÁTIVEL COM: Carnes, clara de ovo, óleos e gorduras, frutas ressecadas, frutas doces e verduras.


Não comer jamais

Carne de porco e seus derivados.

Evitar comer: Doces e alimentos enlatados em calda, pimenta-do-reino, cravo-da-índia, canela, mostarda, picles e vinagre.


Observações

Para que os alimentos não entrem em conflito químico, é necessário que se mantenha um espaço mínimo de 4 horas de uma refeição para outra.

DICAS de ALIMENTAÇÃO

09 DICAS PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL.

  

A chave para uma alimentação saudável é um equilíbrio entre variedade e moderação. Devemos comer uma grande variedade de alimentos sem ingerir muitas calorias ou exagerar em qualquer um dos nutrientes que nosso corpo precisa. Seguindo essas dicas você saberá como seguir este conselho e ainda poder desfrutar dos alimentos que mais gosta sem medo.

Coma uma variedade de alimentos ricos em nutrientes. Diariamente precisamos de mais de 40 nutrientes diferentes para o bom funcionamento do nosso corpo e evitar doenças, e nenhum alimento sozinho consegue prover essa necessidade. Por isso sua dieta diária deve conter doses de pão e outros produtos como cereais, frutas, vegetais, produtos lácteos e carnes, aves, peixes e outros alimentos protéicos. A quantidade de cada um depende de suas necessidades energéticas.

  1. Abuse de grãos integrais, frutas e verduras. Se não tem o hábito de ingerir esses alimentos, deve pensar seriamente em mudar seus hábitos alimentares, pois são eles que provém grande parte dos nutrientes que precisamos sem serem calóricos.

  2. Manhenha-se no peso ideal. O excesso de peso aumenta suas chances de desenvolver doenças como pressão alta, doenças cardíacas, derrame, diabetes, alguns tipos de câncer e muitas outras. Mas estar magro demais também causam males como osteoporose, irregularidades menstruais e outros problemas de saúde. A alimentação balanceada e saudável e a prática de exercícios físicos ajudam a manter o peso ideal.

  3. Coma porções moderadas. Se conseguir comer pouco, poderá comer de tudo, mas se exagerar em algum alimento terá que diminuir a porção de outros, por isso o melhor é comer de tudo, mas um pouco de cada coisa.

  4. Faça refeições regulares. Pular refeições podem levar ao descontrole da fome, pois ficará essa refeição sem comer, porém comerá muito mais na próxima. Os lanches entre refeições também atrapalham, pois as vezes ao invés de um lanche ele torna-se uma refeição inteira, e por isso que engordamos.

  5. Reduza, mas não elimine certos alimentos da dieta. A grande maioria das pessoas come por prazer, se seu alimento preferido é rico em gordura, sal ou açúcar, não há a necessidade de parar de comê-lo. Apenas deve reduzir a quantidade das porções e das vezes que o come.

  6. Faça um balanço do que come de tempos em tempos. Se num dia exagerou no consumo de gordura, sal ou açúcar, no outro evite esses alimentos. O segredo é que as escolhas de alimentos devem ser balanceadas ao longo de vários dias, um dia compensando o outro.

  7. Conheça sua dieta. Para melhorar seus hábitos alimentares, você primeiro tem que saber o que há de errado com eles. Faça uma lista do que comeu durante três dias e depois veja se a dieta está de acordo com essas dicas. Veja se existe muitas porções de alimentos gordurosos, muita manteiga ou molhos para saladas. Nos próximos dias consuma quantidade menores deles, até alcançar o equilíbrio.

  8. Faça as mudanças gradualmente. Não há como mudar seus hábitos alimentares do dia para a noite, pois além de ter uma extrema força de vontade, uma mudança radical pode fazer com que você fique no meio do caminho e desista. O ideal é ir corrigindo as deficiências e excessos aos poucos.

  9. Lembre-se que os alimentos não são bons ou maus. Tudo em excesso faz mal, por isso não se sinta culpado se um dia exagerou nos doces, tente compensar não comendo-os no outro dia. O que faz os alimentos fazerem mal ao nosso corpo é o excesso. Se conseguir ter uma dieta variada e balanceada poderá comer sempre um pouco de tudo o que mais gosta.

Seguindo estas dicas conseguirá ter uma alimentação saudável, uma vida mais longa e livre de doenças, além de muito mais auto-controle e disciplina

© Dojo Arzu Fight Team - Todos os direitos reservados

Rua Maria Fonseca, 60 - Camarão - São Gonçalo - RJ - Brasil